Saiu na mídia


Instituto Crescer Legal recebe automóvel da JTI

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
DSCN9285

Nessa sexta-feira, dia 11 de setembro, a JTI fez a entrega oficial de um veículo Volkswagen Gol para o Instituto Crescer Legal. Fundado em 23 de abril de 2015, o Instituto é uma iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SINDITABACO) e empresas associadas e tem como meta oferecer subsídios para que o jovem permaneça e se desenvolva no meio rural, através de oportunidades de geração de renda e do desenvolvimento das habilidades e potencialidades.
A entrega do automóvel foi feita pelo gerente de Engajamento Regulatório e Práticas Laborais Eduardo Jardim Alves, pelo supervisor de Projetos de Campo Pablo Cardoso, pelo gerente jurídico Gustavo Sciarra, pelo diretor de Assuntos Corporativos e Comunicação Flavio Goulart e pelo vice-presidente para América Latina de Global Leaf Services, Eduardo Renner.
Goulart considera a ação alinhada com as iniciativas da empresa: “A JTI está



Representante da Agência Nacional de Águas visita áreas do Protetor das Águas

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
Prefeita-Rosane,-Devanir-Garcia-e-Dionei167x167

Projeto local de Pagamento por Serviços Ambientais, pioneiro no Rio Grande do Sul, apresenta as condições necessárias para obter apoio da autarquia federal para ampliar escopo de ações.
A experiência de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) desenvolvida na Sub-Bacia do Arroio Andréas, em Vera Cruz, foi elogiada pelo coordenador de Implementação de Projetos Indutores da Agência Nacional de Águas (ANA), Devanir Garcia dos Santos. Ele esteve na região nos dias 21 e 22 de maio para visitar o projeto Protetor das Águas e debater perspectivas de ampliação das ações de gestão de recursos hídricos na sub-bacia. O projeto local, implantado em 2011, com recursos da iniciativa privada – Universal Leaf Tabacos e Fundación Altadis, entidade ligada ao grupo Imperial Tobacco – tem recursos previstos até o final de 2015.
Ao receber os visitantes no dia 21, a prefeita de Vera



JTI inaugura nova unidade de compra e investe em mecanização da colheita

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-foto-Colheitadeira

Colheitadeira tem bons resultados

Os produtores integrados à JTI da região do Planalto Norte de Santa Catarina, especialmente dos municípios de Canoinhas, Papanduva, Itaiópolis, Bela Vista do Toldo, Três Barras, Irineópolis, Major Vieira e Mafra vão contar, a partir do mês do março, com uma nova unidade de compra de tabaco. Uma das novidades da JTI para a safra 2015 é a comercialização na Unidade de Canoinhas, localizada na Rodovia BR 280, número 2.309, no Bairro Água Verde. A nova estrutura, equipada com área de compra, sala do produtor, escritório, área de estoque e de carregamento, possui capacidade para atender todo volume da JTI na região.
Segundo o líder de Produção e Agronomia da JTI, Fernando Leite, a escolha pelo município teve como objetivo melhorar o atendimento aos produtores integrados da região, que tradicionalmente produz um bom volume de tabaco



Alliance One já iniciou o processamento da Safra 2015

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-alliance-one

Processamento na Unidade de Venâncio Aires | Crédito: Junio Nunes

Venâncio Aires (RS) – No ano em que comemora 10 anos de história, a Alliance One Brasil Exportadora de Tabacos (AOB) iniciou a compra da Safra 2015 no mês de janeiro em todas as suas unidades na Região Sul do Brasil. Já o processamento nas duas unidades industriais localizadas em Venâncio Aires (RS) e Araranguá (SC) iniciou em fevereiro, com previsão de término para o mês de agosto. Nesta safra, a empresa vai contar com 3,5 mil empregados, entre efetivos e temporários.
Para garantir um produto de qualidade e uma safra de sucesso, a Alliance One possui uma equipe técnica treinada e qualificada na produção do tabaco, em que orientadores agrícolas dão suporte aos produtores. Conforme o diretor de Produção de Tabaco da Alliance One Brasil, Claudir Lorencetti, os preceitos



Moralismo e ilegalidade

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
carinha_colunista_denis_rosenfield

O politicamente correto possui, também, consequências econômicas, atingindo empresas, agricultores, empregos e renda
O politicamente correto tornou-se uma praga a corroer valores, embora o faça em nome de supostos valores mais elevados. Procura-se atingir a liberdade de escolha, em nome da saúde ou de qualquer outro suposto valor, tomado a esmo, como se assim a sociedade fosse capaz de se organizar “melhor”. O “bem” e o “melhor” ganham, então, o seu significado dos que se dizem seus “representantes”, como se esses fossem a concretização de um valor maior.
A liberdade de autodefesa dos cidadãos é anulada em função de uma regulamentação sustentada por poucos, que nem se dão ao trabalho de justificar o desrespeito ao resultado do referendo sobre o desarmamento. Os habitantes do país ficam à mercê de criminosos e ao sabor de estatísticas incorretas, como se os “crimes”



Novo presidente da Amprotabaco assume dia 5

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-prefeito-de-sao-joao

Prefeito Telmo Kirst e o Prefeito Marcelo Hauagge Distéfano | Foto: Régis de Oliveira Júnior

A Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco) está organizando a solenidade de posse de sua nova diretoria para o dia 5 de fevereiro. Fundado em 8 de novembro de 2013, a entidade representa e defende os interesses dos municípios produtores de tabaco dos três estados do sul do Brasil: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
A posse festiva dos novos membros, eleitos no dia 28 de Novembro em Santa Cruz do Sul, será realizada a partir das 11h, no Salão de Eventos do Hotel Harbor, em Curitiba. Na ocasião, o prefeito de São João do Triunfo do Paraná, Marcelo Hauagge Distéfano, vai assumir a presidência no lugar de Telmo Kirst, prefeito de Santa Cruz do Sul – RS.
Assumem também os novos



Lei antifumo

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-release-sem-foto

Por Lenio Luiz Streck
Ronald Dworkin, um dos maiores juristas do mundo, sustenta que o direito deve ser aplicado por princípios — e não por política ou por moralismo. Isso quer dizer que pouco deve importar se o juiz ou o governo gostam ou desgostam de algo. Em nome da moral não é possível superar a Constituição, mesmo que isso me desagrade ou que desagrade a outras pessoas.
A regulamentação da Lei Antifumo é uma clara tentativa de corrigir moralmente a Constituição. Fumar é um ato de liberdade individual, protegido pela Constituição da República. Representa uma ação de autonomia e um exercício de liberdade individual dos cidadãos. Nesse contexto, as alterações promovidas na legislação pela nova Lei Antifumo, recentemente promulgada, caminham na contramão das liberdades constitucionais e invadem de modo grotesco a esfera privada de convívio do social.
Na verdade,



Marcelo Distéfano é o novo presidente da Amprotabaco

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-marcelo-distefano

Encontro teve início às 11 horas, no espaço do Sinditabaco, no Parque da Oktoberfest
A nova diretoria da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco) foi definida nesta sexta-feira, 28, em Santa Cruz do Sul. A assembleia geral teve início às 11 horas, no espaço do Sinditabaco, no Parque da Oktoberfest. A eleição ocorreu por aclamação: foi lançada uma chapa com todos os nomes e os prefeitos presentes aprovaram. Marcelo Distéfano, de São João do Triunfo, no Paraná, foi eleito o presidente, junto com os vices Roger Eduardo Selski, de Ipiranga (PR), Luiz Alberto Faria, de Canoinhas (SC) e Dalvi Soares de Freitas, de Dom Feliciano (RS). A nova diretoria permanece à frente da Amprotabaco pelo período de um ano.
Ainda nesta manhã, os prefeitos decidiram criar o Conselho Consultivo, que será integrado pelos ex-presidentes da entidade. Atualmente presidida pelo



Justiça Reconhece Regularidade da Souza Cruz junto aos fumicultores

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-sem-foto

A 1ª Vara Cível da cidade de Santa Cruz do Sul reconheceu, em dois recentes processos, a regularidade das práticas comerciais da empresa Souza Cruz junto aos fumicultores. As ações judiciais foram propostas pelos fumicultores Moacir Piassini e Jair Melo da Silva. Ambos buscavam a revisão dos contratos realizados pela Companhia. A juíza Daniela Ferrari Signor afastou todos os pedidos baseando-se em documentos apresentados pelas partes e nas avaliações produzidas por um perito contábil convocado pela magistrada. A primeira decisão foi publicada recentemente e a outra ainda está pendente de publicação.
A juíza ressaltou o fato de que “a fumicultura não é uma atividade recente. Há décadas que nesta região as indústrias fumageiras se instalaram e firmaram parcerias com os agricultores. Causa certa estranheza que uma demanda como a presente aporte agora em juízo, após longos anos de atividades conjuntas.



Prefeitos se preparam para a COP 6

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-prefeitos-se-preparam

Preocupação com novas restrições à produção de tabaco mobiliza prefeitos de três Estados
Preocupados com os rumos da 6ª Conferência das Partes (COP 6), que ocorre em Outubro, na Rússia, prefeitos integrantes da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, se reúnem nesta quarta-feira (30), em São João de Triunfo-PR.
A 6ª edição do evento mundial que debate os rumos da Convenção Quadro para o Controle de Tabaco, vem preocupando os gestores municipais. O Presidente da Amprotabaco, Prefeito Telmo Kirst, defende à diversificação de culturas no campo, porém é contrário à eliminação das lavouras de tabaco. “Todos os prefeitos se preocupam em diversificar a produção, mas queremos primeiro, garantir o que já temos e o que tabaco nos proporciona.”, ressalta o presidente.
O clima é de incertezas e insegurança, os produtores reivindicam