Releases


Diversificação da propriedade pauta evento em Ipiranga

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb-2

Maio 2016 – Será realizado na próxima terça-feira, 17 de maio, o evento de Início da Colheita do Programa Milho e Feijão no Paraná. A programação acontece na propriedade de Edenilson Scheifer, na Colônia Scheifer, em Ipiranga, a partir das 10h30, quando serão apresentados os resultados do programa no Paraná. Haverá também a realização de colheita demonstrativa e está prevista a presença do secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.
Conduzido pelo Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), o Programa Milho e Feijão reúne a ação da estrutura de campo das empresas associadas e de técnicos das entidades apoiadoras, que oferecem assistência técnica e capacitação de produtores. No Paraná, são parceiros o Governo do Estado, a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura



Produtores de tabaco poderão devolver embalagens vazias de agrotóxicos

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
baixa

Programa de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos passará por 39 municípios entre os dias 16 de maio e 13 de junho.

Maio 2016 – As equipes do Programa de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos vão percorrer 39 municípios do Litoral Sul de Santa Catarina, em roteiro que vai de 16 de maio a 13 de junho. Os caminhões iniciarão os trabalhos pelos municípios de Ermo e Araranguá. E seguirão por Maracajá, Içara e Jaguaruna. Os produtores rurais devem levar as embalagens já tríplice-lavadas até o ponto de coleta mais próximo, conforme os convites/avisos entregues pelos orientadores agrícolas da região ligados às empresas associadas ao Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e à Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra). O roteiro completo está disponível no site do SindiTabaco (www.sinditabaco.com.br).
Com 16 anos de atuação, o programa é exemplo



Programa Milho e Feijão deve gerar R$ 210 milhões para produtores catarinenses

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb_272

Além da produção de grãos, em Santa Catarina o programa estimula ainda a plantação de pastagens. Expectativa é que o cultivo de milho e feijão após a colheita do tabaco nos três estados sul-brasileiros gere R$ 650 milhões, com área de 152 mil hectares.
Maio 2016 – O Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) apresentou nesta quarta-feira, 04 de maio, os números da safrinha de grãos cultivados após a colheita do tabaco. No Estado catarinense, o Programa Milho e Feijão estimula também o cultivo de pastagem uma vez que Santa Catarina está entre os Estados brasileiros que mais cresce na produção de leite. O evento ocorreu em Canoinhas (SC), na propriedade de Claudinei Vardenski, localizada em Salto da Água Verde, com presença de representantes do Governo do Estado de Santa Catarina, da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), da



Primeiras turmas do Programa de Aprendizagem Rural iniciam em Candelária e Vera Cruz, no Rio Grande do Sul

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
thumb_270

Adolescentes selecionados para o curso de “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” serão contratados como jovens aprendizes pelas empresas associadas ao SindiTabaco.

Maio 2016 – Está marcado para a próxima semana o início das aulas do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal. A primeira turma do curso de “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” será composta por 20 jovens aprendizes que terão atividades a partir do dia 9 de maio, segunda-feira, na Escola Municipal de Ensino Fundamental São Paulo, na localidade de Linha do Rio, em Candelária (RS). Posteriormente, no dia 23 de maio, o curso será implantado em Vera Cruz, na Escola Estadual de ensino Fundamental Frederico Augusto Hannemann, em Vila Progresso.
Criado para oportunizar aos jovens rurais formação teórica e prática para atuação empreendedora e cidadã, o programa-piloto de aprendizagem rural que vinha



EPIs são fundamentais para garantir a saúde e segurança do produtor rural

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
263

28 de abril de 2016 – Nesta quinta-feira, 28 de abril, é celebrado o Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho. A data foi instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e, desde 2003, esse dia é marcado por uma campanha internacional. No Brasil, a data foi instituída em 2005, como um dia de reflexão sobre a importância da prevenção de acidentes e doenças profissionais. No setor do tabaco, a proteção da saúde dos produtores rurais é levada a sério e as ações de conscientização são permanentes. Os instrutores e orientadores das empresas associadas ao Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) recebem treinamentos constantes para atuarem na orientação sobre riscos de acidentes e doenças no trabalho.
O tabaco é atualmente a cultura comercial que menos utiliza agrotóxicos (apenas 1,1 quilo de ingrediente ativo por hectare), status conseguido com



Safra gaúcha do Programa Milho e Feijão pode render R$ 320 milhões aos produtores de tabaco

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
SJN_0335

Expectativa é que o cultivo de milho e feijão após a colheita do tabaco nos três estados sul-brasileiros gere R$ 650 milhões. No País, área cultivada foi de 152 mil hectares e no Rio Grande do Sul, 80 mil hectares.
Abril 2016 – Realizado nesta terça-feira, 26 de abril, o início da colheita gaúcha do Programa Milho e Feijão teve a divulgação dos números da safrinha de grãos cultivados após a colheita do tabaco. O evento ocorreu em Venâncio Aires (RS), na propriedade de Claudiomar Gregori, em Linha Tangerinas, na presença de convidados, representantes da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi), Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR); da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Rio Grande do Sul (Fetag/RS), da presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), prefeitos, imprensa e produtores rurais.
Ao apresentar os



Filósofo Mário Cortella fala para professores da rede municipal de Santa Cruz do Sul

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
DSCN3962

Abril 2016 – O Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) apoiou a vinda do especialista Mario Sergio Cortella a Santa Cruz do Sul, para palestrar sobre
“A educação e a emergência de múltiplos paradigmas: novos tempos, novas atitudes”. Filósofo e escritor, com mestrado e doutorado em Educação, Cortella é professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo e uma autoridade em assuntos referentes à formação humana. Com o auditório da Universidade de Santa Cruz do Sul lotado, ele falou para os professores da rede municipal de educação de Santa Cruz do Sul e convidados.
Na abertura do evento, o presidente do SindiTabaco, Iro Schünke, que também é diretor presidente do Instituto Crescer Legal, disse que o setor do tabaco sempre teve foco direcionado à educação, pois isso é um dos pilares da sustentabilidade. E, apoiar a vinda de



Resultados do Programa Milho e Feijão serão apresentados em eventos de início da colheita

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
000011

Estão programados três dias de campo em propridades de produtores de tabaco, um de cada estado do Sul do Brasil.
Em abril e maio, serão realizados três eventos de Início da Colheita do Programa Milho e Feijão, ação que incentiva a diversificação e a otimização no aproveitamento dos recursos das propriedades rurais. Um produtor de cada estado do Sul do Brasil vai abrir sua propriedade para receber os convidados do dia de campo de apresentação dos resultados do programa de plantio de grãos após a colheita do tabaco. O primeiro evento será em 26 de abril, na propriedade de Claudiomar Gregori, em Linha Tangerinas, interior de Venâncio Aires, no Rio Grande do Sul.
Em Santa Catarina, o evento será dia 4 de maio, na propriedade do produtor Claudinei Vardenski, em Salto da Água Verde, município de Canoinhas. E no Paraná,



Participação brasileira na COP 7 foi tema de reunião da Câmara Setorial do Tabaco

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
capa-reuniao200x200

Assuntos sobre a participação brasileira na 7ª Conferência das Partes (COP7), que será realizada em novembro deste ano, na Índia, foram discutidos durante a 50ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco, dia 29 de março. O evento, realizado na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília, reuniu representantes do governo federal e membros de entidades do setor.
Dada a importância da COP como instância deliberativa onde são tomadas decisões que interferem na produção de tabaco no Brasil e no mundo, os representantes da cadeia produtiva buscam sensibilizar a delegação brasileira que terá assento na conferência mundial. Para isso, a principal estratégia é mostrar a importância social e econômica da produção de tabaco no Brasil. Segundo o presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Iro Schünke, só no campo são mais



Câmara Setorial do Tabaco tem sua 50ª reunião ordinária

 Enviar Por E-mail Enviar Por E-mail | Imprimir Imprimir
Lavoura_Inor-Assmann200x200

Ocorre terça-feira, 29 de março, a 50ª Reunião Ordinária da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Tabaco. O evento será na sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília, e terá como principais temas as ações do Grupo de Trabalho (GT) da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco visando a 7ª Conferência das Partes (COP7), marcada para novembro, na Índia. Outro assunto do encontro será sobre as postagens da ministra da Agricultura, Kátia Abreu, no Twitter, o que desagradou às lideranças do setor.
Os demais temas da reunião serão as questões regulatórias relacionadas ao tabaco e o contrabando a falsificação de cigarros. O grupo deverá ainda referendar o calendário das próximas reuniões: 15 de junho e 7 de dezembro, em Brasília, e 27 de outubro, em Cruz das Almas, na Bahia. Além do presidente da Câmara Setorial,